Editorial: Uma carta aos UNIVERSITÁRIOS

Foto: Euphoria / Agitoaê

RODRIGO MARIANO
EQUIPE CHEER ONE CHANNEL

Queridos atletas universitários

Esse é o meu primeiro artigo assinado. É o primeiro editorial do Cheer One Channel. Tive ideia para vários ao longo dos últimos meses, mas sempre empurrava para depois. Mas esse aqui eu não via a hora de publicar. Eu sei que os nossos primeiros meses tiveram como foco o All Star e eu sei que vocês disseram isso várias vezes para membros da nossa equipe. E é por isso que esse primeiro editorial é um mea culpa, mas é também o anúncio de um novo tempo para a nossa relação. 

Sei que nem sempre fomos legais com vocês. Na verdade, tenho certeza que não fomos. Não é trabalho difícil de se constatar. Basta olhar a nossa homepage e o pouco material sobre a categoria universitária. Acreditem, não estamos felizes com isso. Acontece que o nosso primeiro contato com o cheerleading foi com as equipes All Stars. O foco inicial, então, foi acompanhar o cotidiano dessas equipes. Jornalisticamente falando, era mais realista: não há comparação entre o número de equipes All Star e o de equipes universitárias. Vocês são muitos e o C1C ainda não dava conta.

Acontece que, cada vez mais, foi ficando claro que cobrir o cheerleading nacional sem o cheer universitário é um erro sem tamanho. É incompleto. Há poucas semanas entendi que o cheerleading All Star, a faceta open do esporte – que no Brasil, por diversos motivos, é a faceta mais profissional do cheer – já estava bem acomodado na nossa cobertura. Nossos contatos estavam firmes e bem estabelecidos. Era hora de voar mais alto. E é aí que entram vocês.

Temos como foco o cotiadiano das equipes que participam de campeonatos durante a temporada. Então, decidimos ampliar nossos perímetros e abarcar também os jogos universítários. Desde a primeira semana de fevereiro, estamos em contato direto com a Euphoria, empresa que realiza alguns dos mais importantes Jogos Universitários do Brasil. O primeiro contato foi um sucesso e eles ofereceram total acesso às informações que precisamos. É através desse trabalho conjunto que serão cobertos a partir de agora o Engenharíadas Paranaense, JOIA Maringá, Engenharíadas Mineiro e os times que deles participam.

No Rio de Janeiro, nossa frente de trabalho avança com os contatos com a JC2Esportes, empresa que organiza alguns dos principais jogos na cidade que é o berço do cheerleading brasileiro. A atenção que a empresa dá ao cheer entre os esportes de seus eventos é grande e estamos entusiasmados com a proximidade que se estabelece. Ela nos permitirá cobrir a partir de agora o Intereng, o Jucs, o LUCA e os times que fazem deles um sucesso.

Ao ampliar nossa equipe para receber os nossos correspondentes, focamos em vocês também. Buscamos, sobretudo, cheerleaders de times universitários. Acredito que eles trarão o entusiasmo e a força do cheer universitário e nos deixará mais perto de vocês. Então preparem-se para aparecer muito nas nossas mídias e ferramentas. Preparem-se para atender a nossa equipe e responder dezenas de perguntas. Preparem-se para ser o assunto do dia para todo o cenário do cheerleading brasileiro. Fiquem a vontade. A casa é de vocês.

 

 

Rodrigo Mariano
Editor – Cheer One Channel

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Instagram did not return a 200.