Engenharíadas Paranaense comemora 10 anos com resultados surpreendentes

Mais um ano o Engenharíadas Paranaense provou ser o campeonato mais importante do calendário universitário do cheerleading brasileiro. Com dois níveis de disputa, o EP recebeu 18 equipes que se aproximam muito do cheer americano, onde as equipes de faculdades apresentam um cheerleading de ponta, profissional.

Os resultados surpreendentes são prova da emoção do campeonato de cheerleading desse ano. O ouro do nível 2 ficou com o Bisetes, seguido de perto pelo Marrecats e Snakets. O nível 3 teve resultado inesperado. O embate clássico entre Epidemia e Helgas & Hagares não foi o determinante do pódium nesses jogos. O Diablezas, da Universidade Tecnológica Federal do Paraná de Campo Mourão (UTFPR), levou o trofeu do nível 3 nos jogos dos 10 anos de EP. O Epidemia, campeão do Cheerfest Supernational, ficou com a prata em uma disputa acirradíssima. O bronze ficou com o Asas Negras.

O trofeu do nível 2 foi disputado pelas equipes Snakets, Manada, Bulleaders, Duckleaders, Marrecats, Goriletes, Bisetes, Pantercats, Foxes, Hellgirls. Bealeaders. O nível 3, onde a briga é sempre muito acirrada com equipes com tradição no cheerleading, disputaram Helgas & Hagares, Asas Negras, Pigcesas, Furiosos, Epidemia, Diablezas e Hellgirls.

Segundo Cauê Souza, árbitro da competição, o nível do campeonato não para de subir. “Eu tenho acompanhado de perto os últimos três anos do Engenharíadas Paranaense e a cada ano me surpreendo mais com o nível das equipes. O Paraná é uma potência no universitário e é uma satisfação enorme poder fazer parte desse meio universitário de altíssimo nível”, destaca Cauê, que defende a mudança do nome da competição. O termo “desafio” herdado das baterias ainda é usado em muitos jogos universitários e começa a incomodar na medida em que o cheerleading se firma como um esporte. “O evento não deveria ser chamado de ‘desafio’, mas sim uma ‘competição’ de cheerleading do Engenharíadas Paranaense. Já não é mais um desafio. É uma competição que tem nome e um enorme valor para o cheer no Brasil. Os atletas e coaches do Paraná merecem esse reconhecimento”, finaliza. Cauê destacou, ainda, que todas as equipes tiveram um nível muito bom e que os resultados apertados apareceram nas deduções.

Fotos: Engenharíadas  Paranaense

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Instagram did not return a 200.