CHEERFEST filia o Arena Cheer à CBCD a partir desta temporada

A comunidade do cheerleading foi pega de surpresa no final de 2020, quando uma nova organização surgiu pleiteando para si o direito de representar o esporte e seus atletas. À frente deste movimento estava Lara Magalhães, nomeada diretora executiva pelo ex-presidente Rodrigo Gonçalves, após este anular as eleições de outubro do mesmo ano.

A União Brasileira de Cheerleading, entidade representativa inquestionável até aquele momento, liderada por Felipe Leal, prontamente repeliu o ato e prometeu tomar as atitudes cabíveis para preservar sua posição.

Desde então muito foi discutido, mas pouco se avançou no sentido de uma definição, afinal enquanto o esporte continuasse parado, nada poderia ser feito na prática. E a queda de braço entre as duas instituições continuou.

Contudo, à medida que as atividades voltarem ao normal, a disputa tende a se acirrar e nesta semana estamos prestes a observar o movimento mais significativo dessa disputa nos últimos meses: a aproximação de Lara Magalhães e Cauê Souza.

O CEO do CHEERFEST – empresa responsável pelo maior campeonato do país – fechou um acordo com a dirigente ao filiar o Arena Cheer à Confederação Brasileira de Cheerleading e Dança (CBCD). Isso significa que o campeonato estará sob regimento do estatuto da Confederação e agora poderá servir como acesso ao Team Brasil da CBCD.


Texto: Louise Aguiar (C1C Rio)