UBC prepara grande campeonato para o início da Temporada Nacional 2019/20

PARCERIA C1C

O primeiro encontro de equipes de todo o país, dirigentes, familiares, amigos e admiradores do cheerleading será na 9ª edição do campeonato mais tradicional do país, em boa parte responsável pelo nascimento do cheerleading competitivo no Brasil. Nos próximos sábado e domingo, 30 de novembro e 1º de dezembro, o Campeonato de Cheer & Dance da União Brasileira de Cheerleading UBC dará o pontapé em uma puxada agenda semanal que só terminará muitas rotinas depois, na véspera de feriado.

Vindo de um bom campeonatos no ano passado, quando a nova gestão da entidade trouxe de volta a empresa Urso de Óculos para a organização do evento, esse ano o Nacional será bem mais disputado, com equipes de todos os principais pólos do esporte no Brasil. O evento promete ser um grande campeonato para a entidade que representa a International Cheer Union (ICU) no Brasil.

Nessa temporada, a capital do Cheerleading no primeiro fim de semana de dezembro será Campinas, uma mudança no padrão dos campeonatos da entidade. “O principal fator para a escolha de Campinas como sede do Campeonato Nacional se deu pelo fato de o Estado de São Paulo estar estrategicamente posicionado entre grandes polos do cheerleading do Brasil, como Minas Gerais, Distrito Federal, Paraná, e Rio de Janeiro”, destaca a organização do campeonato. “A escolha teve como objetivo garantir que a maioria das equipes estivessem à uma distância parecida da sede do evento, não prejudicando um determinado polo por estar à uma distância muito superior das demais equipes, aumentando os seus custos e desgaste com a viagem em detrimento dessa distância”, declarou Ricardo, o “Darto”, um dos organizadores do campeonato. A organização destaca que a cidade sede ainda conta com uma ótima oferta de hotéis, restaurantes, mercados e farmácias, além de aeroporto e uma grande rodoviária, com quatro linhas de ônibus diretas para as principais cidades do país.

Com o cronograma oficial em mãos, agora é possível saber o tamanho e a expressão que o campeonato terá para o cenário do esporte no país e, é fato, não será pequena nessa temporada.

Ainda nessa semana: o primeiro momento do All Girl Universitário e All Star nos tatames nacionais em 2019, as categorias individuais e a tradição do Pom Dance, mais forte que nunca, na UBC. Eles merecem uma matéria exclusiva.   

Grandes encontros nos Universitários
A lista das equipes que comparecerão sempre é um termômetro para o tamanho e disputa do campeonato. Com base nesses dados, o Nacional da UBC promete. As disputas dos prêmios dos Coeds serão plurais, envolvendo diversos estados.

 

Como de costume, o nível 2 terá o maior número de competidores na busca da medalha. Na divisão Universitária, as rotinas que se enfrentarão chegam ao Nacional premiadíssimas. O atual Campeão Nacional, a UFMG Cheerleading volta para defender o título. Na temporada passada, a equipe também foi Campeã Mineira. Já nessa temporada, ficaram com o vice-campeonato e devem vir com vontade para a disputa. Entre os desafiantes estarão o Dragões da UFF – atual Bronze no Campeonato Carioca e Intereng, equipe tradicionalíssima nos campeonatos profissionais do cheer, treinado pela talentosíssima estrela do All Girl, Julia Lemos. Atormenta Cheerleading, atual prata do Nacional UBC 2018 também estará na disputa que também conta com Asas Negras, campeões do Joia Ponta Grossa, Olympus, Blue Hell, Magnatas, Harpias e Texuguetes, equipe campeão do Cheerfest Paulista e do InterUnesp. O Ufscar Cheerleading, Prata no Cia, Ouro no Cheerfest Paulista e 4º lugar no JUBS, também estará na disputa.

No nível 3, o ápice do cheerleading universitário até essa temporada, três equipes decidem as cores de suas medalhas. Beecheers Fúria, atual Campeão Paranaense, com uma rotina favoritíssima nessa temporada, enfrentará os também paranaense Furiosos Cheerleading, atual Campeão Nacional UBC 2018. A UFMG Cheerleading, medalha de Prata no Campeonato Mineiro fecha a lista.

Uma disputa de grandes equipes All Star
No cenário All Star, o nível dois será também de grandes encontros. O Royal Cheer Rio Reign, Bronze Carioca esse ano, atual Campeão Brasileiro e Vice-Campeão Cheerfest enfrentará novamente o Marvel Shock – vice-campeão Carioca – no tatame. O reencontro não terá o campeão Carioca presente, mas terá o Campeão Mineiro, Panthers Hurricane e vice-campeão mineiro, América Locomotiva. Outro campeão estadual, o Brasília Xtreme Xclusive – Campeão Brasiliense Capital Cheer e Campeão Cheerfest 2018 – também estará na busca do pódio, assim como o Lotus Phoenix, também de Brasília, o Grand Casino Black Jack, CTC e Hell Girls. 

O nível 3 trará algumas disputas que serão incríveis para quem gosta e acompanha o esporte. A Bravo! Cheerleading vem de uma temporada de estreia sem paralelos, quando levou o Ouro do Cheerfest em sua primeira participação em campeonatos nacionais. Nessa temporada, leva sua equipe ao Nacional UBC na busca de mais uma medalha inédita para o orgulhoso ginásio de Uberlândia. Entre os competidores estão as equipes cariocas Marvel Rise e Grand Casino Jokers, o brasiliense Django All Stars e os paranaenses The Royal Cheerleading e Patronum All Stars, estreante da temporada.

Um nível 4 acirradíssimo
As disputas no mais alto ponto de dificuldade e segurança que o cheerleading brasileiro alcança costumam ser muito esperadas. Não é atoa. O nível da disputa nesse nível está cada vez mais alto, a medida que os atletas que estão nessa última fronteira buscam o próximo nível. O Brasília Xtreme X4ce, famoso pelos atletas de ponta e tumblers talentosos, enfrentará equipes do Rio, Minas Gerais e de casa também: o Django All Stars.

A Bravo! Cheerleading estreia no nível 4 no Nacional UBC. A equipe tem um histórico muito bom com estreias e promete uma rotina precisa e limpa que levou para o ginásio o Campeonato Mineiro dessa temporada e o Grand Champion da competição. Por fim, um clássico carioca acontece em tatame nacional: o Royal Cheer Rio 40 Graus, que abriga alguns grandes nomes do cheer nacional, entrará no tatame pela primeira vez nessa temporada. Será o primeiro encontro do 40 Graus com o também carioca Marvel Legacy, atual Vice-Campeão Carioca com uma rotina cravada, muito competente e com grandes chances de vitória.

 

IMPORTANTE: Textos trazendo títulos anteriores são perigosos porque o país é grande, o esporte está crescendo e a equipe é pequena. Algo pode ter passado desapercebido. Faltou alguma informação? Entre em contato com a gente no Whatsapp 21 98255-8114.